Aqui estamos senhor, falai que vossas servas escutam

Assim nos sentimos, com disposição de nos sentarmos aos pés do mestre, escutar e aprender o que Ele tem a nos dizer, em mais uma etapa da formação inicial, onde esperamos clarificar a nossa vocação e fundamentar os valores específicos da vida religiosa.O dia 24 de Fevereiro, dedicado a nossa Madre Fundadora, marcou para nós o início do noviciado, uma etapa que exige abertura, escuta e, muita flexibilidade para queRead More...

Ler mais

NAMACURRA UMA MISSÃO À CRESCER

Uma parte da semente caiu em boa terra…Nós, as Irmãs da comunidade de São Martinho de Porres, estamos a dar continuidade ao trabalho pastoral na Missão de Namacurra.Esta Missão nasceu da proposta dada pelo nosso Bispo de Quelimane – Dom Hilário da Cruz Massinga – que solicitava missionário para colaborar e acompanhar a Missão de Namacurra que fica mais de 300kms da Cidade de Quelimane onde nós residimos, porque nãoRead More...

Ler mais

Venha ver (Congo)

Nós rastreamos e compartilhamos com vocês, queridas irmãs, os diferentes eventos que marcam nossa vida no Postulado na comunidade de Malaika, em Kinshasa. Entramos no postulado em 29/04/2018. Começamos com um retiro de 3 dias com o tema "VENHA VER". Nosso retiro foi encorajado pelas irmãs da comunidade de MALAIKA: Irmã INES RAIMUNDU e Irmã WIVINE MUNDUKU, nossa entrada no postulado ocorreu durante uma celebração eucarística, honrada pela presença daRead More...

Ler mais

Uma Celebração Que Traz Alegria Aos Que Não São Amados (India)

Matru Chhaya é uma associação gerida pelas irmãs dominicanas em Balasinor Taluka, no distrito de Mahisagar, no estado de Gujarat. Nossa visão é realizar o direito à igualdade e o direito de viver uma vida com dignidade humana nas aldeias onde trabalhamos.Nossa missão é trabalhar entre os marginalizados e desfavorecidos da sociedade por um mundo livre e justo, criando uma plataforma para pessoas que exigem seus direitos.Com a missão eRead More...

Ler mais

Descobrindo A Verdadeira Felicidade (Filipinas)

“O segredo da paz e da felicidade é encontrado no auto-sacrifício, no esvaziamento de si e em deixar tudo ser preenchido pelo amor de Deus” (Madre Ascensión Nicol Goñi). Há pessoas que buscam a felicidade no mundo material: dinheiro, carros, bens e outras coisas que não são de Deus. A Madre Ascensión nos dá uma resposta clara à felicidade: a verdadeira felicidade é encontrada somente em Deus ao se descobrir.Deixe-meRead More...

Ler mais

“Para iluminar aqueles que vivem nas trevas e nas sombras da morte, para guiar nossos passos ao longo do caminho da paz.” (Lc 1, 79) (NICARÁGUA)

No meio de uma realidade de morte, repressão, prisão, demissões abusivas, cancelamento do status legal da organização de direitos humanos e de outras ONGs, ataque à mídia e invasão de seus escritórios de trabalho, de milhares que fogem do país à procura de vida ... uma luz brilha, às vezes muito fraca, mas não se apaga. A coragem, a coragem e a coragem dos jovens, mesmo sob a possibilidade deRead More...

Ler mais

Fundadores

Madre Ascensión Nicol Goñi  

Uma mulher que deixa sua terra e seu porto seguro

“Não senti grande entusiasmo … apenas uma força irresistível me levou a me oferecer …”
Ascensión Nicol tinha 45 anos quando recebeu o desafio missionário proposto por Monsenhor Zubieta para ir para as missões na selva peruana e, assim, poder contribuir com seus dons e vasta experiência em favor da educação e treinamento das mulheres e meninas da selva. O contexto que enfrentaria seria totalmente diferente da escola Huesca, no entanto, sua profunda fidelidade, seu espírito inquieto e atento ao que Deus queria dela a levou a oferecer sua vida à causa do Reino.

Monseñor Ramón Zubieta

Missionário nas Filipinas


“Ai de mim, se não evangelizar”
Ramón Zubieta, ansioso por pregar, vive sua primeira experiência missionária nas Filipinas, é um missionário aberto, une fé e promoção humana, quer sentir e conhecer a cultura das comunidades que encontra, aprender suas línguas e costumes, dedicar um longo tempo a conversar com eles, promove a promoção da saúde, a educação e a melhoria no cultivo. Produto do movimento de independência que vivia na região é feito prisioneiro, juntamente com outros companheiros que sofrem fome, tortura e finalmente é libertado.

“A alma que se oferece como vítima, é como se dissesse a Deus: Aqui você me tem para cumprir sua vontade, aqui estou para sofrer, para amar, para me sacrificar, ficar em silêncio, não desejar nenhuma coisa além de Ti.”

Madre Ascensión Nicol Goñi